Buscar
  • Hildebrando Ribeiro

O Diabo vai ao psiquiatra pois está com depressão

Este conto narrará a ida do Diabo ao consultório psiquiátrico, devido ele estar com depressão. Pois é, a depressão está pegando todo mundo mesmo!


Acaso ache mais conveniente, ouça este post!


Image by HeungSoon from Pixabay



PSIQUIATRA - Boa tarde, Entre por favor! Em que posso lhe ajudar, senhor… - O psiquiatra, que até então não havia lido no prontuário o nome do paciente, ficou surpreso com o no me registrado ali, então falou. - Me desculpe, senhor! Mas antes de começarmos esta consulta vou falar com a minha secretária, ela não colocou seu nome corretamente.


DIABO - Doutor, não vai ser preciso! Diabo é meu nome, aliás não é o único, também me chamam de Satanás, Satã, Lúcifer, Tinhoso e por aí vai. Para ser sincero, foi bem difícil convencer a sua secretária a escrever meu nome. Ela achou que fosse algum tipo de brincadeira minha.


O psiquiatra logo entendeu que talvez aquele paciente poderia ser vítima do Transtorno Dissociativo de Identidade, o TDI. Desta maneira, resolveu ouvir o paciente para tentar obter um diagnóstico.


PSIQUIATRA - Por favor, senhor Diabo, sente-se aqui! - disse apontando o divã.


DIABO - Obrigado!


PSIQUIATRA - O que traz o Todo-Poderoso das Profundezas ao meu humilde consultório.


DIABO - Acho que estou com depressão!


PSIQUIATRA - Depressão! O senhor! Como?


DIABO - Vou lhe contar como tudo aconteceu: era uma segunda-feira como outra qualquer no Inferno, sempre agitada! As segundas são uns dos mais movimentados dias por lá, acho que o senhor não deve saber disso?


PSIQUIATRA - Não sabia! E por que as segundas são movimentadas?


DIABO - Pois então, como primeiro dia útil após o fim de semana, às segundas o Inferno recebe o maior número de mortes do meu público alvo.


PSIQUIATRA - Público alvo?


DIABO - Sim, final da tarde de sexta, o sábado e domingo é quando morrem mais pessoas aptas para irem ao Inferno.


PSIQUIATRA - Interessante! E que tipos de pessoas são estas?


DIABO - Bem, são os não batizados, os pecadores, gulosos, avarentos, esbanjadores, irados, rancorosos, hereges, violentos, fraudadores e os piores, os traidores!


PSIQUIATRA - Entendi! - respondeu o psiquiatra pensando que talvez devesse encaminhar este paciente a um manicômio. Entretanto, resolveu estimular a imaginação do paciente. - E por que a segunda-feira é tão agitado? Por acaso o Inferno não recebe suas almas nos fins de semana?


DIABO - Ah não, isto eu aboli há muito tempo! Estava uma bagunça generalizada. Eu não tinha tempo para descansar. Resolvi me dar uma folga a partir das 18 horas da sexta-feira. Sabe como é que é doutor, sexta é quando começa o happy hour, e eu adoro curtir entre os humanos. Além do mais, eu tenho o sábado e o domingo para participar de churrascos e assistir meu futebol, que é sagrado. Só volto a trabalhar a partir das 7 horas da manhã da segunda, que é quando o Inferno abre suas portas para os novos moradores.


PSIQUIATRA - Compreendo!

DIABO - Mas nesta segunda-feira eu estava irritado! Sou assinante da revista Veja e a entrega semanal estava atrasada. Eles sempre entregam no domingo em meu escritório no shopping…


PSIQUIATRA - Espere um momento, senhor Diabo! O senhor tem um escritório no shopping?


DIABO - Sabe como é que é, com este mundo moderno tive que abrir um escritório para poder comprar pela internet uns gadgets, por isso precisava de um endereço. Assim, deixo um demônio meu lá disfarçado de secretário para poder receber as mercadorias que compro. Não posso ficar isolado deste mundo tecnológico, não é mesmo doutor?


PSIQUIATRA - Claro que não! Porém, fiquei curioso sobre algo…


DIABO - Pode falar, doutor!

PSIQUIATRA - Se o senhor é tão ligado ao mundo tecnológico, como acabou de dizer, porque não lê a edição digital da revista Veja e evita o transtorno do atraso da edição impressa?


DIABO - De maneira alguma, sou tradicionalista! Além do mais adoro o cheiro do papel. Meu iPhone é para ficar horas nas redes sociais passando fake news sobre Bolsonaro e Lula. Não sou de esquerda, nem de direita, nem de nada, assim passo fake news para todos os lados. Quero mais ver o circo pegar fogo, não me importo com os humanos. Apenas quero gerar discórdia entre eles e aumentar meu rebanho no Inferno.

PSIQUIATRA - Mas isto não é errado, senhor Diabo! Tentar manipular as pessoas para que elas cometam pecados e vá para o Inferno?


DIABO - Com todo o respeito, não seja tolo, doutor! Eu tenho apenas um celular e 24 horas como qualquer humano. Não sou eu o responsável por todas as fake news que circulam por aí. Aliás, se for pensar bem eu faço o trabalho de uma mísera formiguinha.


PSIQUIATRA - Uma formiguinha do mal, eu diria!


O Diabo solta uma gargalhada.


DIABO - O senhor é mesmo bom, doutor, por instante conseguiu aplacar minha angústia!


PSIQUIATRA - E o que lhe deixa angustiado?


DIABO - Como estava falando, a entrega da Veja atrasou e só recebi a edição impressa na segunda. Assim que a peguei, comecei a devorá-la. Foi então que li o título trágico da reportagem na seção de Saúde que dizia: O preço da longevidade.


PSIQUIATRA - E o que tem de trágico nesta reportagem?


DIABO - Doutor, alguns donos de indústrias farmacêuticas, filhos da puta, estão querendo me enganar!


PSIQUIATRA - Como assim, senhor Diabo?


DIABO - O senhor acredita que estão fazendo testes com a droga chamada rapamicina para aumentar a expectativa de vida nos humanos?


PSIQUIATRA - Entendo! Com isto as pessoas vão viver mais e o senhor terá que esperar mais tempo para que seu “público alvo” entre para o Inferno, não é mesmo?


DIABO - Exato! O doutor é mesmo sagaz.


PSIQUIATRA - Mas prolongar a vida, é e sempre foi a meta da indústria farmacêutica. Afinal os remédios são para tratar nós humanos para que possamos viver mais e melhor. O senhor não deveria estar irritado com eles por isso!


DIABO - Como não, eu ajudei muitos deles a ficarem bilionários. Bem verdade que em troca de suas almas…


PSIQUIATRA - Ah, então o senhor já fez “negócios” com estas pessoas!


DIABO - Claro, doutor! Eu fiz eles crescerem E prosperarem, porém jamais esperaria ser apunhalado pelas costas como eles estão fazendo comigo.


PSIQUIATRA - Senhor Diabo, eu sinto muito lhe falar, mas também li esta reportagem. Posso lhe garantir que a rapamicina não é a única que está querendo atrasar a entrada de pessoas no Inferno. Enquanto o senhor falava eu me lembrei de algo que li sobre o Google...


DIABO - O Calico?


PSIQUIATRA - Exatamente!


DIABO - Nem me fale deste projeto do Google, doutor!


PSIQUIATRA - Veja só, senhor Diabo! Esta empresa de biotecnologia promete combater o envelhecimento e as doenças relacionadas. Já disseram que a meta é que os humanos vivam até 500 anos. Em outras palavras, a rapamicina não é tão grande para deixar o senhor depressivo, não concorda?


DIABO - Mas é porcausa também do Calico que estou deprimido, doutor! Gosto de chicotear carne nova. Como vai ficar a minha vida, minha profissão? Estou desolado!


PSIQUIATRA - Ok, meu prezado Diabo! Como os avanços na medicina não pararão de surgir, creio que só temos um caminho, neste momento, para aplacar sua depressão!


DIABO - Me diga logo, doutor! Eu farei tudo para acabar com esta angústia que fura meu coração. O que devo fazer, doutor?


PSIQUIATRA - É simples, vou lhe receitar um antidepressivo que irá lhe ajudar.


DIABO - Doutor, faço só um pedido…


PSIQUIATRA - Pode falar!


DIABO - Que o antidepressivo não seja do laboratório que faz a rapamicina.

23 visualizações

SEJAM BEM VINDOS!

Curtam as postagens no blog, os podcasts do Clã Laranja e os vídeos do Quase Stop Motion.

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

Cadastre-se em minha Newsletter

Seja notificado sobre os próximos artigos, podcasts e vídeos.

© 2019 Hildebrando Ribeiro